quinta-feira, 9 de março de 2006

Confissoes de aspirador


Aspirar, desejar, sonhar.
Aspirar, limpar.

Aspirador nas maos, aspiracoes no vao.
todos bons e saos, vao e vou.
vou-me.

Aspiro a casa, filosofando sobre aspiracoes.
vida domestica (com acento, adjetivando minha vida de hoje)
Vida domestica (sem acento mesmo, o verbo conjugado na vida cotidiana)

Aspiro como quem engole as tristezas, tira do caminho toda pedrinha minima e invisivel.
Aspiro como quem sabe que esse barulho de motor nao conduz a nenhuma parte, nao voa, nem faz voar.

Zum-zum-zum zumbe o vacuo,
enquanto minhas aspiracoes plainam altaneiramente num ceu azul turqueza, capturado e guardado parasempre la longe.

Chiiiiiuuuu silencio!
Aspirador cala-se,
casa limpa,
alivio,
conforto.
Dever cumprido,
casa nova.
Alma nova,
no vacuo de mim.
Postar um comentário