domingo, 19 de fevereiro de 2006

Domingo e segunda

Ontem o domingo foi festivo. Jantar em casa de amigos, crianças correndo pela casa....brinquedos espalhados por todos os recantos....um bom domingo à noite.Mas a segunda-feira nem sempre consegue ser tao amigável e nem sempre une música e inspiraçao, daquelas que você falou.Piso uma terra totalmente estranha, onde nao sou quem pensava ser,nao digo o que costumava dizer,nao consigo agir como agia.Essa terra obscura da mente do outro é um terreno inatingível, por vezes.Claro que há casos de telepatia,ou quase isso...há coraçoes que pulsam juntos, mesmo a milhas e milhas de distancia.Mas há distancias invisíveis, num espaço fisicamente inexistente.Essa manha acordou cinza, meu coraçao gelado.Embora, olhando pela janela, veja que há um sol lindo brilhando lá fora e um céu tao limpo que nem parece essa época do ano.Mas os dias cinzas nao olham pela janela,nem sabem que elas existem.Meu leaozinho dorme tranquilo no quarto ao lado, enquanto a leoa que um dia trouxe sob minha pele jaz longe, muito longe de qualquer lugar real.Em dias assim, nao tenho forma definida.Cadeira, mesa, porta, qualquer dessas coisas tem mais consitência que eu.Sumi dentro de mim,ficou um vazio tao estranho!
Postar um comentário