quinta-feira, 12 de abril de 2007

Lula e os controladores


Não posso dizer que tenho uma opinião bem formada a respeito dessa situação na aviação civil brasileira. Quando ando mais atarefada por aqui, não me detenho a me inteirar das coisas que acontecem no Brasil, exceto minha família. Foi o caso agora, e uma amiga me enviou a reportagem e uma outra comentou. Transcrevo aqui o que a Claudinha disse:









A reportagem é bem interessante. No entanto, muito melodramática (se é assim que se escreve). Se a gente for pensar na grande parte da população que vive na miséria e por isso deixar de lado nossa indignação e calar a voz, então até mesmo os "pobres coitados dos controladores de vôo" estão exagerando com o seu motim.

Não achei feliz a comparação feita pelo autor da "mulher ricamente vestida" aos berros com os indigentes brasileiros. Não quero de forma alguma justificar os berros daquela e de tantas outras senhoras e senhoritas (muito menos daquele idiota que deu na cara da surpevisora da companhia aérea). Mas muito provavelmente, se eu me encontrasse em situação semelhante a dela(s) teria ficado P da vida. E xingado e muito.

Não pelo fato de não poder viajar. Não era por isso que a grande e esmagadora maioria estava gritando "aos berros" nos aeroportos. Era pela falta de respeito aos passageiros que não recebiam uma única informação. Nem que fosse para informar que o vôo havia sido cancelado para que as pessoas pudessem retornar pra casa, pro hotel, enfim.... A grande e esmagadora maioria, pela falta de informação dada pelas companhias aéreas, simplesmente era obrigada a permanecer no aeroporto até que numa bela hora anunciassem seu embarque.

Brincadeira, né???

Uma outra coisa que me chamou a atenção no artigo foi a forma como o autor classificou o perfil dos passageiros que viajam de avião. Acredito que ele não sabe que atualmente o valor da passagem aérea é, para muitos trechos, até inferior ao valor das passagens de ônibus, por ex. Na minha opinião, o autor poderia dedicar um pouco da indignação dele à falta de informação da população. Porque se as pessoas fossem mais e melhor informadas, com certeza teríamos um número cada vez maior de pessoas viajando pelos ares.

Sem contar que, apesar de toda a insegurança aérea, viajar por terra ainda oferece uma série bem maior de riscos (entre eles os acidentes causados pelo péssimo estado das rodovias e os constates assaltos praticados aos ônibus interestaduais) .

Enfim...

Qto ao modo como o autor se refere ao presidente, acho até engraçado. Ainda mais vindo da Caros Amigos que assim como a Carta Capital tem sido grande aliada da esquerda e, portanto, ainda que indiretamente, a grande promotora do Lula na primeira eleição dele. Ora, ora...

Vou perdoar porque li ontem a entrevista do Ministro da Justiça, o senhor Tarso Genro, na revista Veja desta semana e pude (pasmada) vê-lo assumir que o importante é criticar quem está lá no poder, ainda que na sua vez vc faça tudo igualzinho, igualzinho.. .. (bufo!!!)

Aí, me vejo, infelizmente e mais uma vez, diante daquilo que tenho falado, falado e falado:

O PODER, meu povo, O PODER CORROMPE!!!! qualquer um. Seja o Lula, seja eu, seja vc, seja a chapeuzinho, seja o lobo ou seja a vovozinha.

A solução? mudar a mentalidade do brasileiro. Mas aí são outros quinhentos!! !! Fica proutro email.

P.S. Onde tem autor, leia-se autora, hehehehe....




Ana Claudia Torres






Postar um comentário