quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Quando nosso tempo é restrito chovem hoaxes


Quando temos mais atividades a fazer do que o tempo disponibilizado para elas, costumamos super-valorizar o prejuizo de cada minuto dispensado ao que nao seja essencialmente importante. Bom, eu pelo menos sou assim. Vivendo exatamente uma fase dessas, chega-me a tirar a paciência a quantidade de mensagens que me chegam por email, e que na verdade nem sao verdadeiramente para mim. Recentemente recebemos aqui em casa, de destinatários distintos e diversos, uma mesma mensagem que inicialmente nos impressionou, até nos moveu a ajudar. Tentando ajudar, investi alguns minutos do meu escasso tempo a procurar uma informacao que, acreditávamos, poderia ajudar uma criança enferma. Nessa busca descobri que a mesma mensagem já circulava na Internet em 2001 com o texto exatamente igual, os nomes das pessoas, a idade da criança. Bingo! Mais um hoax. Cada coisa que aparece que parecem duas.
Nao foi o primeiro, nem será o último. Invariavelmente essas mensagens de hoax nos colocam numa posiçao desconfortável diante de quem nos envia. Nem sempre dispomos de tempo para responder a cada pessoa explicando que aquilo que nos enviou tratava-se na verdade de um embuste, ainda que façamos isso, fica a critério da pessoa fazer o mesmo a quem enviou e de quem recebeu. Nem sempre as pessoas estao prontas a desacreditar naquilo que acreditaram. Seja como for, achei melhor partilhar o assunto aqui, crendo que há mais pessoas padecem do mesmo mal. Aproveito e transcrevo aqui parte do artigo da Wikipédia sobre hoax, e me permiti fazer pequenas modificaçoes. Segue o texto adaptado da Wikipédia.














  • Dá-se o nome de hoax ("embuste" numa tradução literal) a histórias falsas recebidas por e-mail, cujo conteúdo, além das conhecidas correntes, consiste em apelos dramáticos de cunho sentimental ou religioso, supostas campanhas filantrópicas, humanitárias ou de socorro pessoal ou, ainda, falsos virus que ameaçam destruir, contaminar ou formatar o disco rígido do computador.
    Uma dica simples é sempre acessar o site da empresa envolvida no "hoax" ou tentar ligar para eventuais números mencionados na mensagem, de modo a verificar a sua autenticidade. Porém, algumas regras já consolidadas pela experiência, indicam uma boa conduta e têm grande valor no combate à pirataria de e-mails:


  • Ao encaminhar mensagens para destinatários múltiplos, use sempre o campo de "Cópia Oculta" (CCo ou BCC). Lembre-se que nem todas as pessoas querem ter seus endereços de email circulaando pela Internet desnecessarimente, a menos que você tenha consultado as pessoas antes de enviar seus nomes e endereços a todos os seus contatos.



  • Antes de responder ou repassar qualquer e-mail, limpe as mensagens anteriores que não sejam relevantes. Limpe também eventuais resíduos e formatos desnecessários do texto antigo e, principalmente, limpe todos os endereços de e-mails que possam restar juntos à mensagem original.



  • Não repasse a sua versão da mensagem como anexo. Essa prática induz a formação de sucessivos anexos de anexos que sempre escondem endereços de e-mails alheios, além de revelar o seu desinteresse pelo conteúdo encaminhado.



  • Evite mensagens que contenham tão somente programas executáveis ou apresentações do tipo PowerPoint pois, além de exigirem requisitos técnicos próprios, recursos de máquina e disponibilidade de tempo ao leitor, são absolutamente impessoais. Ao encontrar uma mensagem em formato PowerPoint que lhe agrada e que deseja partilhar com seus amigos, escolha os amigos de acordo com a mensagem em questao e envie apenas para estes, lembrando sempre de enviar uma mensagem sua, algo pessoal, dirigido diretamente a quem vai receber a mensagem. Nunca envie a mesma mensagem a todos os seus contatos, isso demonstra apenas que voce gostou da mensagem e isso nao é motivo suficiente para alguém desejar abri-la.



Postar um comentário